12 de fev de 2008

O bom e velho Johnny

.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

Meus personagens escutam boa música. Um deles morreu sem terminar de ouvir "Hurt".
Incrível que escrevi sem pensar nessa de Cash. Parece que a letra feita por encomenda, pra ele; a música e a morte.
.
Enfim, vamos a vida.
.
Dia 23 de fevereiro vai rolar um show de rock num ambiente peculiar. O clube de engenharia da UFBA.

.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
E dia 15 de março, no ICBA, que fica no Corredor da Vitória, estarei lá. Já frequentei muito esse lugar. Ficávamos, eu e a pléiade, próximo a uma estátua; os cavaleiros da "mesa" redonda. A única mesa redondinha do ambiente.
.
.
Vou aproveitar pra conhecer o Lima Trindade, que está preparando o novo Verbo21; quero me bater com o camarada Gustavo Rios, o Sandro Ornellas, e Wladimir Cazé... Vai ser bacana conhecer esses caras.
.
.
Além disso, a Feira Hype, que rola mais cedo, tem muita coisa interessante. Artesanato, camisetas estilizadas, discos, livros, o sebo do João Filho... Enfim, vale a tarde de sábado.
.
.

3 comentários:

Gustavo Rios disse...

vá mesmo, meu bróder. chegue antes. vamos tomar algumas no quintal. porque lá na hype a cerveja é long neck. e, vc sabe, long neck não é cerveja. é amostra-grátis-que-custa-caro-pra-caralho

Gustavo Rios disse...

e valeu pela divulgação

Diogo Costa disse...

É mesmo. Lá já encontrei umas latinhas. hehe. Fechado cara. Abraço!